Cuidados com a saúde do idosos devem ser redobrados no inverno

Hospital VITA
Postado por Hospital VITA - 21 de junho de 2019
(Imagem: Pixabay)

O inverno chegou, e assim como as crianças, os idosos são as pessoas que mais sofrem na estação mais fria do ano. Por isso, durante esse período de temperaturas baixas, necessitam de atenção e cuidados redobrados.

Nesta época os idosos ficam mais suscetíveis a infecções respiratórias. Por conta do ar frio, eles evitam sair de casa, por isso, andam menos, perdem a agilidade e acabam não se expondo ao sol, o que reduz o nível de vitamina D que está diretamente relacionada à força muscular. Com pouca vitamina no organismo, aumentam as chances de quedas.

A falta de atividades gera dores articulares e o aumento de casos de hipotermia, já que nesta fase da vida, a pessoa tem menor sensibilidade ao frio e não percebe que o corpo não está mantendo a temperatura habitual. As fraturas e até o óbito podem ocorrer com mais facilidade nos meses mais gelados. Para prevenir estes problemas, o idoso deve seguir algumas dicas como:

– controlar as doenças crônicas, tais como, cardíacas, pulmonares e diabetes;

– tomar vacina contra gripe e pneumonia;

– manter uma alimentação adequada e equilibrada;

– praticar atividades físicas regularmente, mas optando por ambientes fechados (academias ou fazer caminhadas em shoppings centers);

– fazer alongamento e, se necessário, fisioterapia;

– tomar banhos rápidos nas horas mais quentes do dia, com água bem aquecida e, de preferência, usar sabonete glicerinado;

– manter a pele hidratada com creme e ingerir de 1,5l a 2l de água diariamente;

– usar acessórios como gorro, cachecol, sobretudo e luvas;

– preferir cobertores grossos e aquecedores de ambiente, mas estes regulados no máximo a 21° C;

– revisar aquecedores de ambiente anualmente;

– higienizar frequentemente aparelhos de ar condicionado;

– tomar cuidado com lareiras para não ocorrer intoxicação por fumaça e monóxido de carbono;

– evitar ambientes fechados e sem circulação de ar;

– atenção as de bolsa de água térmica. Os idosos, principalmente os diabéticos, podem não ter sensibilidade nos pés e causar queimaduras por conta da água excessivamente quente;

– repor vitamina D e não esquecer o protetor solar;

– utilizar lenços higiênicos descartáveis e não de tecido;

– lavar frequentemente as mãos ou higienizá-las com álcool 70%;

– evitar a automedicação e procurar atendimento médico sempre que surgirem sintomas diferentes.

Equipe Geriatria

TAGS:

COMENTÁRIOS: